sexta-feira, 29 de julho de 2016

Resenha do Livro: Como Eu Era Antes de Você.


Olá pessoal, tudo bom?
Para quem acompanha sabe que o segmento literatura não está muito presente no blog, mas está super presente na minha vida! Tento ler ao menos um livro por mês e por esse motivo resolvi dividir mais essa minha paixão, com resenhas de livros que li ou esteja lendo atualmente. Espero que gostem !

Sinopse: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Além disso, trabalha como garçonete num café, um emprego que ela adora e que, apesar de não pagar muito, ajuda nas despesas. E namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou se vê obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, a ex-garçonete consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto e planeja dar um fim ao seu sofrimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.

O livro é incrível e retrata de uma maneira realista a história dos personagens. Quando vi pela primeira vez logo pensei que seria uma história romântica superficial, que apesar das controvérsias o final seria óbvio e terminando em um felizes para sempre, e me surpreendi ! O livro engana bem viu?! Apesar do romance, é uma história próxima da realidade que nos afeta de forma direta.
Quanto a emoção, é inevitável. Will Traynor e Louisa Clark formam um casal inusitado, unidos por situações também inusitadas e utilizam das voltas do destino para aproveitarem ao máximo seu tempo juntos.
A linguagem utilizada é de tão fácil acesso que nos permite entender ambos os lados, o de Louisa e o mais complicado, o de Will. Confesso que demorei a entender e principalmente a aceitar as decisões feitas por Will, mas por fim cheguei a conclusão de que não passa de ponto de vista, de se colocar no lugar do outro e imaginar o que cada pessoa está passando todos os dias.

Quanto ao filme, também assisti e achei bem fiel ao livro. Claro, com detalhes a menos já que teve de ser reduzido para as telinhas, mas com a mesma emoção presente.
Algumas frases presentes no livro, para inspirarem vocês a lê-lo:

"Alguns erros... Apenas têm consequências maiores que outros. Mas você não precisa deixar que aquela noite seja aquilo que define quem você é."

"Ser atirada para dentro de uma vida totalmente diferente — ou, pelo menos, jogada com tanta força na vida de outra pessoa a ponto de parecer bater com a cara na janela dela — obriga a repensar sua ideia a respeito de quem você é. Ou sobre como os outros o veem."

"Você só vive uma vez. É sua obrigação aproveitar a vida da melhor forma possível."

E aí? Gostaram desse novo segmento do blog? Me conta tudo para eu saber se continuo ou paro!
Siga o blog para receber os posts em primeira mão, pelo Google + aqui do lado!
Twitter: @blogueiravicios
contatoblogvb@hotmail.com
Curta a página no Facebook aqui!

Nenhum comentário :

Postar um comentário